http://blogak-47.blogspot.com/2010/04/um-tributo-camarada-stalino-pai-dos.html

domingo, 27 de março de 2011

A Educação Soviética

Nota: tenho certeza quase absoluta que muitos anticomunistas (e isso inclui os trotskistas) lerão esta postagem. Peço a eles, do fundo do meu coração, que leiam até o fim. Mas, principalmente, peço a eles que não rejeitem os fatos apresentados aqui sob a alegação de ser ‘’propaganda comunista’’.

Isso porque a postagem aqui apresentada foi baseada no vídeo ‘’Soviet Education’’ de um comunista grego conhecido no youtube como ‘’panosfidis’’(todos os créditos vão para ele). Só que, antes de fazer o vídeo, panosfidis leu um discurso (disponível apenas para compra) entitulado ‘’Estratégia da Paz’’.

Sabem quem escreveu ‘’Estratégia da Paz’’? Ninguem menos que John F. Kennedy, o ianque que é mais conhecido por ter sido o ex-presidente dos EUA (e o mesmo que levantou um embargo á Cuba, mandou tropas ao Vietnã e financiou o golpe no Brasil)

Todos os fatos abaixo foram escritos nesse mesmo discurso. Então, por favor, o velho argumento de ‘’propaganda esquerdista’’ não vai funcionar com esse post e muito menos comigo.

Boa leitura!






Tanto antes como depois do golpe dos revisionistas após a morte do camarada Stalin, a Pátria Soviética valorizava as crianças acima de tudo, com vastos recursos sendo utilizados para seu crescimento como profissionais e pessoas.











Levemos em consideração os EUA, a maior potencia capitalista desde a guerra fria e comparemo-los com a URSS.



> Enquanto os EUA nunca gastaram mais de 3% de seu bilionário PIB, os investimentos educacionais soviéticos ultrapassaram os 10%.

->O ensino fundamental soviético durava 10 anos, enquanto o americano tinha uma duração de 12 anos. Mesmo assim, o plano de 10 anos soviético se provou muito mais eficiente que o americano.

> Em 10 anos, os estudantes soviéticos frequentavam nada menos que 5 cursos de física, 5 cursos de biologia e 4 cursos de química. Enquanto no sistema de 12 anos dos EUA, apenas poucos privilegiados tiveram chance de freqüentar qualquer uma dessas matérias (e nunca por mais de 1 ano).

- Em uma sala de aula soviética comum havia 17 estudantes por professor, enquanto o professor americano comum tinha de ensinar 27 estudantes dentro de uma única sala.

- Todo ano as universidades soviéticas educavam mais de 1, 5 MILHÕES de cientistas qualificados e totalmente especializados em aritmética, álgebra, astronomia, geometria e trigonometria. Enquanto os EUA mal conseguiam chegar a meros 100 mil formados por ano, com vários deles desconhecendo o básico de muitas matérias cientificas.

- a superioridade soviética também era evidente na educação superior, ultrapassando os americanos em 2, 5 vezes. E, enquanto as pesquisas soviéticas focavam mais em indústria, agricultura, saúde e outros setores objetivando a melhora das vidas cotidianas das pessoas, pesquisadores americanos desperdiçavam tempo e recursos desenhando produtos de luxuria e gadgets inúteis



Toda essa superioridade soviética fica mais evidente se percebermos quais as condições em que os soviéticos tiveram de fazer isso.

Para isso, voltemos á segunda guerra mundial. Nesse período, a União Soviética sofreu uma devastação em massa após uma invasão brutal pelo exército mais assassino do século XX - 80% das hordas nazistas alemãs, reforçados com tropas de 18 países europeus.

Eles invadiram cruelmente a União Soviética, matando todos e destruindo tudo em seu caminho. Escolas e livrarias, teatros e museus... Tudo foi ao chão.

No entanto, as bravas almas soviéticas prevaleceram, derrotando os nazistas e libertando a Europa. Mas os nazistas já tinham conseguido destruir a pátria soviética. Só pelo Oeste russo já não havia mais uma casa inteira.

Enquanto isso, do outro lado do atlântico...

A Segunda guerra mundial foi muito boazinha para os americanos. Ao invés de inacabáveis hordas nazistas, eles estavam enfrentando uma pequenina nação insular.

Tirando uma pequena base naval, nenhuma invasão aconteceu, nenhuma cidade foi bombardeada, nenhum prédio foi destruído, sua estrutura foi deixada intacta...

Mesmo se as condições climáticas russas exigiam que das construções soviéticas um custo material TRÊS VEZES MAIOR que qualquer construção americana de igual tamanho e mesmo com os horríveis massacres nazistas que exterminaram todos os seus intelectuais e estudiosos, o sistema soviético rapidamente provou sua superioridade.

Logo, logo o sistema da URSS era 2, 5 vezes melhor que o dos EUA, um país que não sofreu nenhuma atrocidade de guerra, mas cujo sistema de educação medíocre exigia um número cada vez maior de cientistas importados (o famoso Einstein é um exemplo de que falo a verdade)

Enquanto isso a produção de profissionais soviéticos era tão abundante que, além de conseguir suprir as necessidades internas da URSS, ainda restavam mais. Estes foram mandados em expedições humanitárias para outros países do mundo

Todos os anos os soviéticos davam boas-vindas a milhares de estudantes estrangeiros e de intercambio.

Contrário aos EUA, onde o preço das instituições permitia somente um bando de boys e girls com o privilégio de terem papaizinhos ricos estudarem, a educação soviética era totalmente gratuita e os estudantes universitários ERAM PAGOS pela duração de seus estudos.

90% das publicações cientificas foram feitas na União Soviética, enquanto muitas industrias americanas operavam trabalhando com designs soviéticos.

E, enquanto os americanos eram deixados muito para trás, sua legislação racista ainda impedia muitos estudantes da minoria de alcançar uma educação superior.

Já em 1963, os americanos tiveram de aceitar derrota, já não podiam mais competir com os soviéticos. Tiveram então de admitir que o único meio de alcançar os soviéticos era imitá-los. E é nisso que se baseia o ‘’Estratégia da Paz’’ de John Kennedy.

A SUPERIORIDADE SOVIÉTICA FOI CONFIRMADA!





Pôster soviético que diz: ‘’na URSS há muitas e muitas escolas novas. No USA, escolas são fechadas o tempo todo’’

2 comentários:

  1. Não há nenhum modelo que combata o modelo educacional socialista: livre de consumismo, tentações capitalistas como drogas, bebidas e compras e etc.


    Veja meu blog se puder camarada

    http://capitalismoecomportamento.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Muito boa postagem companheiro, este é um tema muito repercutido nas faculdades de pedagogia por todo o país, principalmente nas instituições públicas, pois muitos professores não sabem nada sobre o modelo pedagógico socialista, de países como URSS e na antiga China socialista, por exemplo.

    ResponderExcluir