http://blogak-47.blogspot.com/2010/04/um-tributo-camarada-stalino-pai-dos.html

sábado, 4 de junho de 2011

Tito e a ''autogestão''

Josip Broz Tito foi presidente da Iugoslávia por décadas. O considero, ao mesmo tempo, um guerreiro nobre por ter lutado contra os nazistas e um renegado cuja traição aos princípios do marxismo-leninismo suja seu título de herói antifascista.

Tito fez coisas imperdoáveis. Além de ser um dos piores revisionistas que já pisaram na face da terra, ainda se aliou ás potências imperialistas.

Neste post, entretanto, não tenho o objetivo de perder tempo escrevendo sobre o que todo marxista-leninista genuíno já sabe. Ao invés disso, pretendo combater uma das maiores argumentos de oportunistas que se escondem sob a bandeira vermelha da esquerda (inclui muitos trotskistas): que Tito foi um marxista genuíno por ter implantado a autogestão.

Autogestão é uma teoria defendida por muita gente que se diz de esquerda. É basicamente a teoria de que o ‘’socialismo genuíno’’ não pode ser construindo expropriando todas as fábricas da burguesia, como fez Stalin (e Lênin), mas fragmentando a propriedade do estado socialista e entregando a grupos de trabalhadores individuais, que alegadamente o administram sozinhos.

Primeiro, essa teoria é adulada pelos trotskistas o tempo todo. Afinal, faz coro com os capitalistas ao afirmar que ‘’Stalin era burocrata’’, mesmo com muitos ‘’ultra-autogestionários’’ atacando Lênin também (Duvida disso? Leia o ‘’Manifesto Autogestionário’’ de um tal Nildo Viana)

Segundo, essa teoria não é só uma negação do leninismo, mas do próprio marxismo. No Manifesto Comunista (e ainda em 1848), Marx e Engels afirmaram:

O proletariado utilizará sua supremacia política para arrancar pouco a pouco todo capital à burguesia, para centralizar todos os instrumentos de produção nas mãos do Estado, isto é, do proletariado organizado em classe dominante, e para aumentar, o mais rapidamente possível, o total das forças produtivas. 


Os primeiros defensores desse modelo eram justamente opositores de Marx: os anarquistas.


Curiosamente, os titoistas e seu discurso de socialismo foram desmascarados pelos fatos. Esses dados vem do livro de Enver Hoxha: Yugoslav ''Self-Admnistration'' - Capitalist Theory and Practice, Aparentemente sem tradução ao português.


-A pequena propriedade privada da Iugoslávia ocupava 90% da terra arável.
- 9 milhões de hectares de terra pertencem ao setor privado enquanto 1.15 milhão pertencia ao setor social
- 5 milhões de camponeses da Iugoslávia cultivavam terra privada



E isso é só o campo...Podem imaginar as industrias?

Conclusão:

A teoria Marxista-Leninista nos ensina que o socialismo é construído tanto na cidade quanto no campo. Não na base do capitalismo de estado, de meios de produção alegadamente administrado por grupos de trabalhadores ou de controle privado em sua forma assumida, mas apenas pela base do controle social dos meios de produção pelo proletariado e pelo seu Partido, o Partido Comunista.
]
 
Tito e Henry Kissinger, Secretário de Estado dos EUA e assassino em massa.


Tito e Kruschov, o cachorro que traiu o socialismo.


Tito e o ditador fascista de Uganda, Idi Amin.

Nenhum comentário:

Postar um comentário